Mahjong Ways

PUBLICIDADE

Comida
Paladar testou

Quais os melhores panetones e chocotones de 2023?

Em degustação às cegas, júri especializado provou 50 amostras para escolher os vencedores do ano; confira o ranking

TQ SÃO PAULO 23.11.2023 PALADAR CADERNO 2 Degustação de Panetones e Chocotones na Trilha Cervejaria, na Barra Funda, zona oeste de São Paulo. FOTO TIAGO QUEIROZ / ESTADÃO. Foto: Tiago QueirozFoto:Tiago Queiroz

Então é Natal… é chegada uma das épocas mais esperadas do ano e, com ela, a já tradicional degustação de panetones e chocotones do Paladar. Assim que as primeiras amostras começaram a pipocar no mercado, nossa equipe foi a campo para descobrir o que padarias, confeitarias e a grande indústria tinham para oferecer este ano.

Depois de centenas de emails, além das visitas in loco, selecionamos as 50 amostras a serem testadas: 25 panetones, cravejados com frutas variadas, e 25 chocotones, com gotas de chocolate. Versões recheadas ou trufadas ficaram de fora - porque apostamos no equilíbrio, aqui a regra é o famoso menos é mais.

Degustação foi às cegas, ou seja, panetones e chocotones estavam identificados apenas por números Foto:Tiago Queiroz

Para avaliar as amostras convocamos um júri de peso, formado pelos confeiteiros Carol Doher, da Condimento, Pedro Nóbrega, do Notiê, e Saiko Izawa, do Rosewood, pelas chefs Gabriela Guerriero, da Fermentaria da Trilha, e Nadia Pizzo, do Ráscal, pelo empresário e expert em chocolates Murilo Bonadio, da Flavorati, pelo pizzaiolo Paul Cho, da Paul’s Boutique, e pela padeira Taís Gomes, da Nina Farina. Eles foram divididos em dois times para eleger, às cegas, o melhor panetone ou o melhor chocotone.

PUBLICIDADE

É isso mesmo que você está pensando: cada jurado recebeu a missão de degustar minuciosamente 25 amostras. Tarefa nada fácil, haja apetite! Ossos do ofício…

Os panetones (ou chocotones) foram avaliados quanto ao aspecto visual, aroma, umidade e densidade da massa, distribuição das frutas (ou gotas de chocolate) e, claro, sabor.

Confira a seguir como ficaram os rankings, que elencam além dos campeões, que levam para casa o cobiçado selo Paladar, os classificados até a 10ª colocação. Os demais aparecem listados em ordem alfabética.

Os melhores panetones de 2023

  1. Tre Bimbi
  2. Mocotó
  3. Fabrique

PUBLICIDADE

Os melhores chocotones de 2023

  1. Fazemos Pão
  2. Dengo
  3. Tre Bimbi

Time panetone

PUBLICIDADE

Nadia Pizzo é formada em moda, área na qual trabalhou alguns anos, até se casar e mudar da Itália para o Brasil. Aqui, decidiu abraçar a gastronomia como profissão. No Grupo Ráscal desde 2002, é responsável por criar receitas, renovar o cardápio e treinar os chefs de todos os endereços do restaurante.

Pedro Nóbrega trabalha desde os 17 anos como cozinheiro. Fez parte da equipe do Evvai e do Corrutela, além do Puriman (na Serra da Mantiqueira). Hoje chefia a confeitaria do Notiê, onde busca, através das sobremesas, impulsionar a liberdade e a criatividade na confeitaria nacional.

Saiko Izawa é a chef confeiteira do Rosewood São Paulo. Antes disso, foi chef de confeitaria do grupo D.O.M, do Attimo, d’A Casa do Porco e da Sorveteria do Centro, além de ter lecionado na Le Cordon Bleu, em São Paulo. Em 2017 foi eleita melhor chef confeiteira pelo Latin America’s 50 Best.

Taís Gomes largou recentemente uma carreira promissora na aviação para pilotar a própria padaria artesanal, a Nina Farina, instalada na zona norte da cidade. Por lá ela se dedica à produção de pães de fermentação natural, folhados e outras delícias.

Pedro Nóbrega, Saiko Izawa, Taís Gomes e Nadia Pizzo formaram o júri que testou os 25 panetones Foto:Tiago Queiroz

PUBLICIDADE

Time chocotone

Carol Doher é fundadora da Condimento Bistrô e Café. Após estudar marketing na Califórnia, trouxe para o Brasil o conceito de café americano com doces típicos do EUA. Em 2023, também abriu o Alma Nômade, uma lanchonete/café dentro da Salve Academia, com menu inspirado na comida de rua de todo o mundo.

Gabriela Guerriero é chef da Trilha Fermentaria. Formada em Gastronomia pela Anhembi Morumbi, passou por casas como Esquina Mocotó, Les Crayeres (decorrente de uma participação em uma competição gastronômica de jovens talentos da cozinha na França), Baru Marisqueira e Mila.

Murilo Bonadio é um empresário da gastronomia, criador de marcas como o bufê Welcome Chef e o espaço de eventos gastronômicos Taste House. Desde 2020 se dedica à Flavorati, fábrica de chocolates bean to bar localizada no Ipiranga, onde também produz cremes de avelã, pistache, sobremesas e pães.

Paul Cho é pizzaiolo da Paul’s Boutique. Começou sua carreira na cozinha como estagiário no D.O.M., migrou para o extinto Epice e, fora do País, trabalhou em Dubai, na Coreia do Sul e em Nova York. De volta ao Brasil, assumiu os fornos da Bráz Elettrica entre 2017 e 2021.

PUBLICIDADE

Murilo Bonadio, Gabriela Guerriero, Paul Cho e Carol Doher formaram o júri que degustou os 25 chocotones Foto:Tiago Queiroz


Índice

PUBLICIDADE

Mahjong Ways Mapa do site