Mahjong Ways

PUBLICIDADE

Análise|Santos vacila com um a mais e deixa Mirassol buscar empate no fim

Time santista joga com vantagem numérica desde os 15 minutos do segundo tempo e abre 2 a 1, mas sofre gol aos 45 do segundo tempo

Foto do author Bruno Accorsi
Atualização:

OSantosvacilou no Estádio José Maria de Campos Maia, neste domingo, e deixou o Mirassolbuscar um empate por 2 a 2 aos 45 minutos do segundo tempo. A situação fica ainda mais frustrante frente ao fato de que os santistas tinham um jogador a mais desde o início do segundo tempo, já que Rodrigo Ferreira foi expulso aos 15 minutos.

O gosto foi de derrota, mas não há maiores dramas na atual situação do time do litoral paulista. O empate mantém os comandados de Fábio Carille com folga na liderança do Grupo A do Paulistão. São 16 pontos contra apenas quatro do vice-líder Ituano. O Mirassol, por sua vez, é o terceiro colocado do equilibrado Grupo C, com 10 pontos.

Santos e Mirassol empataram por 2 a 2 neste domingo, no José Maria de Campos Maia. Foto:José Luís Silva/Ag. Paulistão

PUBLICIDADE

Carille decidiu poupar nomes como o zagueiro Joaquim, o meia-atacante Otero e o volante João Schmidt, um dos principais jogadores da equipe e titular em todos as partidas da temporada até então. O experiente Tomás Ríncon voltou a aparecer no time, mas não mostrou o futebol que fez a diretoria ampliar seu contrato em três anos no fim do ano passado. Recuperado de lesão pouco antes do início do Paulistão, o colombiano teve poucos minutos em 2024, por isso ainda sofre com a falta de ritmo.

A ausência de Schmidt foi sentida no meio de campo e o Santos teve dificuldades no setor, que também tinha Nonato como novidade. Embora Hayner tenha aberto o placar, aos 14 minutos, após limpar o marcador e bater rasteiro, o time santista não manteve o nível e deixou o Mirassol crescer a ponto de deixar tudo igual aos 20 minutos, quando Danielzinho cruzou rasteiro e viu Dellatorre completar para dentro, de carrinho, das redes.

A partir daí, ficou mais claro o efeito da falta de titulares importantes no lado alvinegro, e o Mirassol chegou a controlar a disputa em diversos momentos, não à toa colocou o goleiro João Paulo para trabalhar em finalizações de Chico e Danielzinho. O Santos tentou evoluir adiantando a marcação em alguns momentos para tentar tomar a bola mais perto do campo adversário, mas não chegou a ter o sucesso esperado, por isso foi para o intervalo precisando refletir em como melhorar.

No segundo tempo, a sorte virou para os santistas, pois Rodrigo Ferreira foi expulso logo aos 15 minutos. Dois minutos depois, Carille colocou Otero e Schmidt nos lugares de Marcelinho e Ríncon, com o objetivo de tirar vantagem da superioridade numérica. Mesmo com um a menos, o aguerrido Mirassol não facilitou, tanto que só teve a defesa 100% superada pelo adversário aos 36 minutos. No lance, Otero finalizou e Willian Bigode desviou para o gol. Passaram-se quase dez minutos e aos 45, veio o empate mirassolense, com gol marcado por Mário Sérgio.

MIRASSOL 2 X 2 SANTOS

  • GOLS: Hayner, aos 14, e Dellatorre, aos 20 minutos do primeiro tempo. Willian, aos 36, e Mário Sérgio, aos 45 minutos do segundo tempo.
  • MIRASSOL: Alex Muralha; Rodrigo Ferreira, Luiz Otávio, Lucas Gazal e Warley (Marcelo); Gabriel, Danielzinho e Chico Kim (Paulinho Bóia); Negueba (Everton Bala), Fernandinho (Wanderson) e Dellatorre (Mário Sérgio). Técnico: Mozart Santos.
  • SANTOS: João Paulo; Aderlan, Gil, Messias e Hayner (Souza); Rincón (João Schmidt), Diego Pituca e Nonato (Morelos); Marcelinho (Otero), Willian e Guilherme (Pedrinho). Técnico: Fábio Carille.
  • ÁRBITRO: Vinícius Gonçalves Dias de Araújo
  • CARTÕES AMARELOS: Diego Pituca, Willian e Hayner.
  • CARTÃO VERMELHO: Rodrigo Ferreira
  • RENDA E PÚBLICO: Não disponíveis.
  • LOCAL: José Maria de Campos Maia, em Mirassol.

Publicidade

Análisepor Bruno Accorsi
Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Mahjong Ways.

Mahjong Ways Mapa do site