Mahjong Ways

Série sobre Maníaco do Parque terá encontro de vítimas; veja detalhes e previsão de estreia

Produção em formato de documentário se soma a filme de ficção que Amazon Prime Vídeo está produzindo sobre o crime

PUBLICIDADE

PorRedação
3min de leitura

O Maníaco do Parque: A História Não Contada,documentáriodoPrime Vídeo a respeito de um dos crimes mais conhecidos do Brasil nos anos 1990, comeditos por Francisco de Assis Pereira, tem sua estreiaprevista para 2024, mas alguns detalhes já começaram a ser divulgados.

Francisco de Assis Pereira, o Maníaco do Parque, foi preso em 1998, acusado de matar nove mulheres no Parque do Estado, em São Paulo. O motoboy se passava por caçador de talentos, convidava as mulheres para fazer um book e depois as matava. Foi condenado a 121 anos de prisão Foto:Milton Michida/Mahjong Ways

A produção trará depoimentos de mais de 50 pessoas, incluindo quatro vítimas do Maníaco do Parque, que participaram simultaneamente da entrevista, e o apresentador Gilberto Barros, o ‘Leão’, que cobriu o crime à frente do Cidade Alerta, da Record TV, na época.

O Maníaco do Parque: A História Não Contada é dirigida por Thaís Nunes e Maurício Eça, e produzido pela Santa Rita Filmes.

“Faço true crime porque acredito na potência desse gênero como meio para levantar discussões sociais urgentes e importantes. Para mim, essa é uma das histórias de violência mais emblemáticas do Brasil porque revela diferentes níveis de cultura de estupro na qual estamos imersos”, afirmou Thaís sobre o documentário.

Série documental e filme

Além da série em formato de documentário, o Amazon Prime Vídeo também prepara um filme de ficção sobre a história do Maníaco do Parque, que será interpretado por Silvero Pereira. O elenco também conta com Giovana Grigio e o longa também será dirigido por Eça. Leia mais aqui.

Continua após a publicidade

O que fez o maníaco do parque?

Em 1998, Francisco de Assis Pereira foi preso acusado pela morte de nove mulheres no Parque do Estado, na capital paulista. Ele, que à época trabalhava como motoboy, fingia ser um ‘caçador de talentos’ e convidava suas vítimas para fazer um book de fotos, quando praticava os crimes.

Alguns corpos tinham marcas de mordidas no seio, o que seria uma fixação do serial killer. Ele foi reconhecido após tentar convencer uma possível vítima a subir em sua moto.

Quem é o maníaco do parque?

Nascido em Guaraci (SP), Francisco de Assis Pereira ganhou fama de serial killer na década de 1990. Ele matou sete mulheres e tentou matar outras nove, fazendo uso de estrangulamentos.

Preso em 1998, na fronteira do Rio Grande do Sul com a Argentina, o maníaco confessou ter assassinado 11 mulheres, mas respondeu por sete, sendo julgado por crimes como homicídio qualificado, estupro, ocultação de cadáver e atentado violento ao pudor.

Francisco de Assis Pereira foi sentenciado num total de 268 anos de pena. Na prisão, o assassino passou a receber cartas de fãs e acabou se casando com uma delas, de Santa Catarina. O ‘Maníaco do Parque’ deve cumprir pena até 2028.

Continua após a publicidade

Leia mais sobre este e outros casos de serial killers brasileiros aqui.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Mahjong Ways.

Mahjong Ways Mapa do site